A identidade visual é algo extremamente importante para qualquer empresa, afinal, ela é capaz de conversar diretamente com o público, transmitir uma mensagem sobre a marca e fazer com que ela fique registrada na mente de seus consumidores.

Com um consultório odontológico isso não é diferente. Assim, pensar corretamente em toda a parte da identidade visual da sua marca, como o logotipo, as cores, entre outros pontos, é fundamental para que você consiga se diferenciar e, claro, atrair mais pacientes para o seu negócio.

Se você ainda não tem certeza da importância desse item de comunicação, ou não sabe como definir a sua identidade visual, continue a leitura deste artigo!

O que é e qual a importância da identidade visual?

Quando falamos em identidade visual, muitas pessoas pensam apenas no logotipo que identifica a marca e acaba estampando vários itens de comunicação de uma empresa. Porém, precisamos destacar que a identidade visual vai muito além desse conceito, ela abrange todos os elementos que representam visualmente sua empresa.

Assim, podemos entender que a identidade visual engloba alguns itens, como a escolha correta das cores, da tipografia e de todos os elementos que compõem a sua marca e que deverão ser padronizados e usados em todas as suas formas de comunicação, como o uniforme dos funcionários, as cores das paredes da sua clínica, a assinatura de e-mail e assim por diante.

A intenção é que, quando os seus pacientes “baterem o olho” na sua marca ou nas cores que a representam, já sejam capazes de identificar o seu consultório. Por exemplo, quando você repara nas cores do Google ou até no vermelho da Coca-Cola, logo vem à sua mente a imagem dessas marcas.

Portanto, já deu para notar que definir corretamente a identidade visual do seu negócio é algo extremamente importante, não é mesmo? É ela que:

  • será capaz de se comunicar diretamente com seus pacientes;
  • transmitirá os valores da sua empresa;
  • conseguirá transmitir confiança a quem procura o seu consultório e a solidez da sua marca;
  • ajudará a diferenciar o seu consultório da concorrência.

Como faço para criar a identidade visual do meu consultório?

Como você viu no tópico anterior, a identidade visual é a representação gráfica do seu negócio. Por isso, ela deverá estar atrelada com a missão, a visão e os valores do seu consultório, ajudando a transmitir os seus diferenciais e, claro, a “tocar” o seu público-alvo. Veja alguns pontos importantes na hora de criar a sua identidade visual.

Saiba quem é a sua empresa

Se a sua empresa fosse uma pessoa, quais atributos ela teria? Pensar nisso ajuda você a definir os valores e as características que formam o seu negócio e que devem ser transmitidos para os seus pacientes, ajudando a diferenciar os seus serviços.

Imagine as características que tornam o seu negócio único e transmita isso para quem for produzir a sua identidade visual, como modernidade, novas tecnologias, confiança, preocupação com a biossegurança, inovação, entre outros.

Pense no seu público-alvo

Uma boa identidade visual é aquela que consegue transmitir corretamente os seus valores e diferenciais e ainda sensibilizar as pessoas certas. Por isso, você nunca deverá perder de vista quem é o seu público-alvo.

Um logotipo voltado para jovens, por exemplo, não poderá funcionar da mesma maneira como aquele voltado para os idosos. Definir a faixa etária dos seus pacientes, a região onde eles vivem e também o que desejam encontrar no seu consultório é muito importante.

Por exemplo, se você trabalha com ortodontia para jovens e adultos, deverá ter uma comunicação visual totalmente diferente do seu colega que trabalha com implantes ou com odontologia estética.

Analise as cores e os demais elementos gráficos

As cores são fundamentais em qualquer negócio e capazes de despertar inúmeros sentimentos nas pessoas.

Você já pensou, por exemplo, por que os consultórios de saúde geralmente apresentam cores claras e próximas de tonalidades como o verde, o azul ou o branco? E por que os restaurantes de fast food têm cores mais fortes, como o vermelho, o amarelo e o laranja?

As cores mais claras, em tons do verde ao azul e até ao branco ou violeta, ajudam a acalmar e passam uma sensação de serenidade, confiança. Enquanto os tons mais fortes, “chamativos”, como o vermelho, o amarelo e o laranja, causam desconforto, o que faz com que os consumidores não queiram ficar muito tempo naquele ambiente (algo ideal para as redes de fast food).

Errar a mão na hora de escolher as cores do seu design pode causar desconforto nos seus pacientes, uma comunicação errada da sua empresa pode até “espantar” as pessoas do seu consultório. Por isso, essa deve ser uma escolha feita com cautela.

Mas não é só isso, a tipografia também precisa ser pensada, para facilitar a leitura e ajudar na transmissão da sua mensagem, bem como os demais elementos que podem compor a sua marca.

Foque nos seus diferenciais

Todos esses sentimentos são passados pela identidade visual do negócio e, por isso, você deve conhecer muito bem quais são os seus diferenciais, para tentar transmiti-los no seu design.

Isso não significa que você precisará de uma marca mirabolante, ou com um design complicado. Na verdade, a simplicidade é a chave para conseguir informar e diferenciar-se.

Devido a todas essas características, é muito importante que você conte com um apoio especializado, como de um designer ou de um publicitário. Porém, sempre tenha um conhecimento preciso sobre o seu negócio, os seus diferenciais e o seu público-alvo.

Quanto mais você conhecer a missão, visão e os valores da sua empresa e também o que o seu público deseja, mais fácil será a tarefa de criar uma marca capaz de comunicar-se adequadamente e de transmitir os seus diferenciais, ampliando o seu alcance.

Para quem está começando a empreender, pensar em tudo isso pode parecer um pouco assustador, não é mesmo? Por isso, muitos dentistas optam pelas franquias que, entre outras vantagens, oferecem também um suporte para a parte de marketing e de publicidade.

Com uma franquia, você já terá a sua identidade visual definida e conhecida, facilitando na hora de atrair e reter pacientes.

Você gostou deste nosso conteúdo? Aproveite e siga as nossas redes sociais (Facebook, LinkedIn, Instagram e YouTube) para receber mais dicas bacanas como essas!