Segundo dados disponíveis no Ministério da Educação (MEC), existem, atualmente, mais de 380 cursos de odontologia no Brasil reconhecidos pela instituição. Com isso, milhares de novos profissionais são formados todos os anos, tornando esse mercado ainda mais competitivo. Diante desse cenário, muitos têm visto, na franquia odontológica, uma saída para prosperar.

Poder utilizar um modelo de negócios testado e contar com o apoio de uma marca já consolidada é um dos principais atrativos da empreitada. Mas será que realmente vale a pena seguir esse caminho?

Para saber mais sobre como funciona essa forma de empreendimento e se ela é a melhor alternativa para você, continue a leitura!

Qual é o perfil do dentista empreendedor?

Na faculdade, aprende-se uma série de conhecimentos técnicos essenciais para o exercício da profissão no dia a dia. Porém, existe uma lacuna que quase nunca é preenchida: a competência em gestão.

Por conta disso, o dentista sai pronto para realizar os mais diversos procedimentos odontológicos, mas sem saber direito como gerir o seu próprio negócio. Para se ter sucesso ao abrir seu próprio consultório, é necessário ser muito mais do que apenas competente tecnicamente. É preciso também ser um bom empreendedor.

É nesse ponto que muitos falham e acabam tendo que fechar as portas de suas clínicas e adiar o sonho de trabalhar de maneira independente. É muito fácil se perder em meio a conceitos complexos de gestão, tributação e planejamento financeiro e chegar à conclusão de que não é capaz de fazer isso sozinho.

Nesse cenário, a franquia odontológica mostra-se como uma excelente opção. Isso porque as empresas franqueadoras, normalmente, oferecem suporte e capacitação em toda parte de gestão do consultório, tornando essa tarefa um pouco menos trabalhosa.

Porém, é importante destacar que franquear-se não elimina a necessidade de ser um bom gestor. Por isso, antes de escolher essa opção, é importante refletir se você tem o perfil do dentista empreendedor.

Ambição de crescer com a odontologia

Para adotar esse modelo, é preciso haver o desejo de crescimento e a assunção de grandes desafios. Abrir seu próprio empreendimento exige que você saia da sua zona de conforto e tenha ambição para expandir o seu negócio.

Dessa forma, estar disposto a escalar sua empresa e, até mesmo, a abrir novos estabelecimentos é um diferencial que o ajudará nesse processo.

Desejo de modernizar operações e inovar

A tecnologia está avançando cada vez em um ritmo mais rápido. Por isso, é necessário estar disposto a mudanças para se manter competitivo em um mercado saturado. Disposição para abraçar inovações e modernizar procedimentos e a gestão do consultório é um fator essencial.

Vontade de abrir ou expandir um negócio com mais segurança

A franquia odontológica pode ser uma opção tanto para recém-formados quanto para profissionais mais experientes e que desejam expandir seu consultório.

Graças ao seu modelo de negócios já consolidado e ao suporte oferecido desde a escolha do ponto comercial até a divulgação dos serviços, ela se torna uma alternativa menos arriscada de empreender.

Como funciona a gestão na prática?

Muitas pessoas acreditam que não existe segredo por trás de abrir uma clínica. Basta ser um bom odontologista, escolher um bom lugar e decorar de maneira adequada o espaço físico, e os pacientes surgirão naturalmente. Porém, na prática, a história é bem diferente.

Além da preocupação com os atendimentos em si, o dentista tem que se dedicar a uma série de variáveis que não esperava e sobre as quais provavelmente não tem o conhecimento necessário.

Um dos cenários mais comuns de acontecer nesses casos é aquele no qual o profissional foca somente em suas responsabilidades técnicas e negligencia as questões gerenciais. Infelizmente, essa é a receita perfeita para o fracasso.

É preciso haver um equilíbrio entre essas duas funções e é importante não se esquecer de que o seu consultório é, antes de tudo, uma empresa. E, como qualquer outra, precisa de investimentos de tempo e capital em sua gestão.

Planejamento estratégico

Um dos recursos essenciais para o sucesso de qualquer empreendimento é o planejamento estratégico. Trata-se de um documento em que é registrado um plano detalhado de como aquela empresa é, aonde ela pretende chegar e quais são as estratégias que serão empregadas para se alcançar esse objetivo.

O primeiro passo desse projeto inclui a pesquisa de público-alvo, a análise dos concorrentes e a de si próprio. Quais são a missão, a visão e os valores do seu empreendimento? Quais são as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças que devem ser levadas em consideração no crescimento de seu negócio? Quais são as metas de curto, médio e longo prazo e como esse sucesso será medido?

Essa etapa de reflexão é essencial para saber em que ponto você está hoje e como fará para crescer a partir daí. Como diria o escritor britânico Lewis Carroll em uma de suas obras: “Se você não sabe para onde ir, qualquer caminho serve”. E não é isso que você quer para seu consultório, não é mesmo?

Um dos benefícios do esquema de franchising é saber qual deve ser a direção a ser seguida e contar com um modelo de negócios consolidado como guia nesse trajeto.

Planejamento financeiro

Outro ponto essencial para a sustentabilidade de qualquer iniciativa é a existência de um planejamento financeiro e de uma gestão orçamentária efetiva. Separar os lucros do pró-labore, prever os gastos fixos e variáveis, definir o capital de giro e como reduzir os gastos — essas são só algumas das providências essenciais para garantir um faturamento e evitar a falência.

Seja contratando uma consultoria administrativa, seja aprendendo como gerenciar essa área, é preciso dedicar tempo para o controle das finanças de seu consultório. O lado bom é que as franqueadoras costumam oferecer apoio nessas questões, com orientação e capacitação da melhor maneira de administrar essa parte.

Treinamento de funcionários

A experiência do paciente não é restrita ao procedimento odontológico realizado, mas já se inicia no primeiro contato com a clínica. Por isso, é essencial que haja uma preocupação com o treinamento das secretárias.

Um mau atendimento na recepção pode ser a diferença entre uma pessoa decidir voltar ou não a se consultar naquele local. Além disso, um sistema eficiente de agendamento e contato é essencial para facilitar a vida do seu público.

Um lado bom das franqueadoras é que elas costumam oferecer esse tipo de capacitação, ajudando-o a aumentar a qualidade do serviço em todos os aspectos.

Quais são os benefícios de investir em uma franquia odontológica?

Segundo um estudo da Rizzo Franchise, a taxa de falência das franquias no primeiro ano costuma ser oito vezes menor do que o de negócios tradicionais. São apenas 3% contra 27% das pequenas empresas.

Além disso, o mercado tem se mostrado cada vez mais promissor para a área. Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), houve um crescimento de 8% no faturamento desse setor entre os anos de 2016 e 2017.

Só esses dados já seriam suficientes para demonstrar as possibilidades promissoras desse segmento. Porém, existem outros benefícios a serem levados em consideração.

Aplicação de um modelo de negócios de sucesso

Como já foi dito, o sistema de franchising oferece a possibilidade de aplicar, na prática, um modelo de negócios que já foi testado e que, comprovadamente, obteve sucesso.

Isso reduz muito a ansiedade e a percepção de risco que existe ao empreender. Não é uma tentativa no escuro que você não sabe onde vai dar. As chances de ser bem-sucedido são maiores e existem exemplos práticos de outros profissionais que conseguiram isso.

Poder de barganha em negociações

Os gastos com a compra de equipamentos e materiais são responsáveis pelo comprometimento de grande parte do orçamento de uma clínica. O que normalmente é visto como uma grande dor de cabeça pode ganhar um importante aliado no esquema de franquias.

É comum que a negociação com fornecedores seja comandada pela franqueadora, fazendo grandes encomendas para a toda a rede. Isso possibilita poder de barganha na hora da compra, conseguindo descontos, condições especiais de parcelamento e redução de tarifas bancárias.

Capacitação e suporte nas questões gerenciais

Na franquia odontológica, há um suporte detalhado desde a concepção até a implementação da filial. São oferecidas instruções claras, orientação mercadológica e dicas de como montar o estabelecimento. Esse apoio é essencial para a abertura de um novo negócio, principalmente para os dentistas que não têm nenhuma experiência no ramo.

A empresa-mãe indica os melhores prestadores de serviço, ajuda na escolha do ponto comercial e a como se ajustar às questões legais e burocráticas, como documentação necessária para abrir a firma e os tributos e impostos que precisam ser pagos periodicamente.

Além disso, ela oferece capacitação para o empreendedor e todos os seus funcionários durante todo o processo e também em ocasiões posteriores. Assim, reduz a preocupação e os gastos com esses treinamentos e garante a atualização constante de toda a equipe.

Oportunidade de networking

Quando você se torna um franqueado, deixa de ser um profissional isolado e passa a fazer parte de uma rede. Essa conexão é extremamente benéfica para a troca de experiências, conhecimentos e técnicas.

Você não está mais sozinho, mas em contato direto com outras pessoas que estão passando ou já vivenciaram as mesmas questões que você. Isso reduz a curva de aprendizado ao possibilitar que você aprenda com o que já foi aplicado na prática, sem ter que fazer as tentativas por conta própria.

É comum a ocorrência de eventos periódicos com a presença de todos os associados, proporcionando, assim, momentos de capacitação, descontração e formação de networking.

Aplicação de inovações

É bastante difícil investir em inovação por conta própria. Esse processo demanda tempo e altos gastos que o tornam inviável. Assim, o dentista fica restrito a adotar novas técnicas somente quando elas já estão consolidadas e acessíveis ao mercado.

Porém, na franquia odontológica, esse cenário é diferente. A franqueadora tem disponibilidade de recursos e profissionais para realizar pesquisas e investir no desenvolvimento e na importação de tecnologias.

Assim, existe a possibilidade de que os associados tenham contato com procedimentos modernos e únicos antes que eles se tornem comuns e acessíveis para todos os membros da categoria. Esse é um diferencial competitivo que tem o potencial de colocar essas clínicas à frente de seus concorrentes, que passam a se tornar obsoletos.

Dessa forma, o dentista se mantém sempre atualizado e atento às tendências do mercado, tornando seu consultório muito mais atrativo para novos pacientes.

Previsão de gastos

Ao decidir entrar no esquema de franchising, há uma previsão exata de qual será o investimento para aplicar, na prática, esse modelo. Isso possibilita realizar um planejamento detalhado dos gastos e do retorno que será necessário para poder obter lucro sobre o que investiu.

Com essa informação, é possível refletir se essa realmente é a melhor opção para o momento em que você está na sua carreira e se será vantajoso no mercado em que o seu empreendimento estará inserido. Assim, são reduzidos os riscos de endividamento e o risco de falência por ter iniciado um negócio que não tinha condições de gerir.

Como a franqueadora ajuda no marketing odontológico?

Uma das maiores vantagens de se abrir uma franquia odontológica é poder contar com a força de um nome consolidado no mercado. Esse pode ser um importante diferencial na hora de atrair novos pacientes, principalmente em clínicas novas e que ainda não são conhecidas pelo público.

Normalmente, é bastante dispendioso e demorado construir uma marca forte que transmita confiança, qualidade e atratividade para os interessados em iniciar um tratamento bucal. Como é um segmento que lida diretamente com a saúde, as pessoas têm bastante receio antes de realizarem um agendamento com um profissional desconhecido.

Com uma franquia famosa por trás, esse processo decisório fica muito mais fácil para o indivíduo, que consegue encontrar referências de qualidade e segurança por trás daquela marca.

Maior investimento em marketing

Gastos com funcionários, com a aquisição de materiais e novos equipamentos e com a manutenção do consultório podem tomar grande parte do orçamento de uma clínica. Assim, não é raro que alguns dentistas limitem os investimentos em marketing, ou porque não os julgam necessários ou porque não têm o capital disponível para tal.

No modelo de franchising, toda a rede se beneficia da divulgação proporcionada pela empresa-mãe. Essa verba costuma ser muito maior do que a gasta nos estabelecimentos individuais, possibilitando atingir um número muito maior de pessoas e conseguir resultados mais efetivos.

Assim, além das ações realizadas em seus consultórios, os franqueados também se beneficiam das estratégias utilizadas pela marca e por toda a rede. Com isso, são aumentadas as chances de atrair novos pacientes e, até mesmo, de fidelizar aqueles que se consultaram uma vez, ao se sentirem mais seguros de realizar o tratamento em uma franquia famosa.

Suporte no planejamento

Para além da disponibilidade orçamentária, outro impasse que muitos dentistas encontram na hora de montar o seu planejamento de marketing é a falta de conhecimento e experiência no assunto.

Como não se aprende essas técnicas na faculdade, é comum que esses profissionais percam tempo em iniciativas dispendiosas e pouco efetivas. Com o auxílio da franqueadora, é possível conhecer as melhores práticas de divulgação dos serviços, como empregá-las e o que realmente funciona.

Além disso, o Código de Ética proposto pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO) é extremamente rigoroso em relação ao que é permitido ou não na hora de empregar estratégias de marketing em seu consultório.

Essas restrições podem causar receio em muitos odontologistas, que ficam com medo de infringir as normas e limitam suas ações de publicidade.

O que fazer antes de decidir participar de uma franquia?

Abrir uma franquia odontológica é um grande passo, que demanda um investimento financeiro considerável. Por isso, é muito importante ter cautela antes de tomar uma decisão. Alguns simples passos podem ajudar a evitar que você faça uma escolha da qual se arrependa depois.

Faça uma pesquisa profunda sobre a empresa

Você já ouviu falar dessa marca? Conhece algum amigo que já se associou a ela? O que outros profissionais falam dessa experiência? Fazer essas perguntas é essencial para garantir a segurança necessária de que esse negócio é confiável e de que você não está se envolvendo em uma situação arriscada.

Visite o site da companhia e faça uma leitura detalhada de como funcionam o sistema proposto, os passos para adoção do modelo e os benefícios prometidos. Quanto mais se informar, maior será a segurança na hora de fechar o negócio.

Entre em contato com outros franqueados

Se você não conhece ninguém que faça parte dessa franquia, tente entrar em contato com donos de clínicas que são associadas a ela. Explique que tem interesse, mas que ainda tem algumas dúvidas e queria saber como o empreendimento funciona na prática.

Faça perguntas referentes aos benefícios oferecidos, às vantagens que o profissional notou e questione se a empresa realmente cumpre aquilo que propõe. Se possível, pergunte com cautela o que ele considera como desvantagem no modelo. Isso o ajudará a ter uma visão mais realista da iniciativa por quem a vivencia na prática.

Não acredite em mitos

Existem uma série de inverdades quando o assunto é abrir uma franquia odontológica. Por isso, informe-se corretamente sobre esses pontos e evite acreditar em mitos. Listamos alguns dos mais comuns abaixo.

Falta de liberdade de inovação

Muitas pessoas acreditam que não terão liberdade para a coordenação do seu próprio negócio, o que não é verdade. Embora exista um padrão a ser seguido, é possível propor inovações e melhorias à empresa franqueadora. Após uma análise se elas são viáveis e positivas, elas podem ser adotadas por todas as unidades, beneficiando a rede como um todo.

Ser franqueado é garantia de sucesso

Embora as chances de sucesso sejam grandes em uma franquia, não existe uma garantia de que o seu consultório prosperará. O modelo de negócios proposto não trabalha sozinho. É preciso haver dedicação do empreendedor para que o empreendimento dê certo.

Da mesma forma, também é mito que você precisará trabalhar menos. Quem realmente quer conquistar seu espaço em um mercado tão competitivo quanto o da odontologia precisa se esforçar para isso.

A franqueadora oferece os meios necessários para isso, mas alcançar o sucesso ou não dependerá do seu empenho pessoal e de sua equipe.

Reflita se essa é a escolha certa para você

Para além da vontade de abrir seu próprio negócio, é importante avaliar se essa realmente é a melhor alternativa para você. Você sente que tem o perfil empreendedor necessário? Está disposto a assumir os riscos pertinentes? Tem ambição e vontade de expandir sua clínica?

Nessa etapa, é muito importante ser sincero consigo mesmo. Se você sente que não está suficientemente preparado para o desafio, talvez seja melhor esperar. Além disso, é muito importante que você tenha certeza de que esse passo faz sentido com seus objetivos de vida e de que não está fazendo isso somente pelo dinheiro.

Se você não tem interesse real em empreender e está fazendo isso só porque todo mundo também está, as chances de fracassar são muito grandes. Por isso, reflita com cuidado e tome a melhor decisão para você e mais ninguém.

Entre em contato com a empresa

A melhor maneira de tirar todas as suas dúvidas é entrando em contato direto com a franqueadora. Marque uma reunião com um consultor para discutir seu interesse em fazer parte da franquia. Somente assim, você poderá sair do campo das conjecturas e ter mais certeza de que esse é o passo certo para sua carreira.

Vá preparado. Separe as perguntas que deseja fazer e não deixe nenhum ponto de fora. Informe-se sobre o investimento necessário, as formas de pagamento, como funcionam os royalties após a abertura da filial e se há a possibilidade de aumento desse valor com o tempo.

Não fique com receio de tocar em algum assunto delicado. Esse momento é essencial para que você sinta a confiança necessária em seguir essa iniciativa. O consultor está ali para esclarecer todos os pontos e resolver suas incertezas. Por isso, aproveite esse momento.

Se você está interessado em abrir uma franquia odontológica e quer saber mais sobre como funciona esse processo, as principais vantagens e se essa realmente é a melhor opção para você, a hora é agora! Entre em contato conosco e saiba como se tornar um franqueado e conquistar de vez o sucesso com seu consultório! Vamos lá!